0,00€

ESCRITOS DE ARTISTA EM PORTUGAL – HISTÓRIA DE UM ESQUECIMENTO
Unidades:
PREÇO:
16.00€
AUTOR
EDITORA
Documenta
SINOPSE

É possível repensar a história da arte portuguesa do século XX através do recurso a fontes documentais até aqui negligenciadas pela historiografia? Este livro procura demonstrar isso mesmo, pois entende, de forma pioneira em Portugal, os escritos de artista como elementos de formação do pensamento teórico sobre as artes visuais no século XX. Na base deste estudo, está um levantamento inédito dos artistas portugueses que se dedicaram a escrever sobre as suas motivações e interrogações acerca da arte e do papel desta nos modos de expressão subjectivos e nos contextos sociais de que faz parte, e uma análise historiografia novecentista e os motivos do «esquecimento» dos escritos de artista na escrita da história da arte moderna portuguesa.

 

Os protagonistas deste livro são Diogo de Macedo, António Dacosta, José de Almada Negreiros, Júlio Pomar e Nikias Skapinakis, artistas sobre cuja produção escrita se reflecte; e Aarão de Lacerda, João Barreira, Reynaldo dos Santos e, sobretudo, José-Augusto França, autores cujas construções historiográficas se estudam à luz das novas fontes documentais trazidas para o debate acerca da construção da modernidade artística portuguesa. Modernismo, academismo, artes decorativas, surrealismo, abstracção, realismo, figuração, o estatuto do artista e a função do Estado na promoção das artes são alguns dos temas através dos quais se aprofundam algumas das questões discutidas num longo período que se estende da década de 1920 à década de 1970 e que tem o seu ponto nodal nos anos do pós-guerra.

Data:
Dezembro de 2016
Acabamento:
Brochado
Formato:
16 x 22 cm
Páginas:
240
EAN:
9789898834416
ARTIGOS RELACIONADOS
RECEBA AS NOVIDADES!
SUBSCREVA A NEWSLETTER E ESTEJA SEMPRE A PAR DE NOVIDADES E PROMOÇÕES
REDES SOCIAIS
© 2014. Sistema Solar. Todos os Direitos são reservados - Política de Privacidade
design bin?rio